Rádio Santa Cruz - FM

NOTÍCIAS DO DIA


Quatro cidades da região receberam novos recursos da Vale: dinheiro vai para habitação e projetos socioeconômicos

01/04/2024

Há 0 comentários para essa notícia.

Highslide JS

As prefeituras de Papagaios, Maravilhas, Pequi e Florestal foram contempladas com novas ações do acordo de reparação pelo rompimento das barragens da Vale, em Brumadinho. As cidades fazem parte da região atingida pela tragédia ambiental de 2019.

Segundo o Governo de Minas, as cidades de Papagaios, Maravilhas e Pequi receberam recursos para construção de casas populares, enquanto Florestal desenvolverá projetos socioeconômicos na área da saúde. 

A construção de casas populares na bacia do Rio Paraopeba é uma iniciativa socioeconômica definida na Consulta Popular e viabilizada com recursos previstos no Acordo de Reparação. Ao todo, Papagaios, Maravilhas e Pequi receberão R$ 54,9 milhões. 

Para Papagaios foram liberados R$ 24,5 milhões para construção de 60 casas populares no bairro Abel Duarte Machado. 

As casas serão construídas em um terreno com área total de aproximadamente 29.500 metros quadrados, sendo que cada unidade terá 43 metros quadrados de área construída. A previsão de conclusão é de 34 meses após ordem de início. 

A Prefeitura de Maravilhas recebeu R$ 13,7 milhões. O recurso possibilitará a construção de 17 casas populares no bairro Jardim Canela. O terreno tem área total de aproximadamente 109 mil metros quadrados, sendo 58 mil metros quadrados disponíveis para implantação do projeto. A obra será concluída em 25 meses após ordem de início. 

Já para o município de Pequi foram destinados R$ 16,7 milhões para construção de 26 casas populares na zona rural, com área total de aproximadamente 42.800 m². O conjunto de casas populares beneficiará famílias do município que serão selecionadas pela prefeitura. Os imóveis serão entregues em até 35 meses após ordem de início. 

O acordo também contempla o setor de saúde dos municípios afetados. Para Florestal, foram liberados R$ 24,9 milhões para construção, ampliação e reforma dos prédios da saúde pública. 

As ações serão viabilizadas com mais um repasse feito pelo Governo de Minas, Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Ministério Público Federal (MPF) e Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG).

Foto Ilustrativa: Arquivo Rádio Santa Cruz FM



Há 0 comentários. Comente essa notícia.


Veja também



 1 2 3 4 5 6 Fim




Seja o primeiro a comentar

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e Receba no seu email as últimas novidades do mundo contábil.

Siga-nos

© Copyright - 2018 - Todos os direitos reservados - Atualizações Rádio Santa Cruz FM. Desenvolvido por:Agência Treis