Rádio Santa Cruz - FM

NOTÍCIAS DA IGREJA


Pe. Libério é elevado a categoria de venerável pelo Papa Francisco, último passo antes da beatificação

14/03/2024

Há 0 comentários para essa notícia.

Highslide JS

A Diocese de Divinópolis e toda comunidade católica recebeu hoje com muita alegria a notícia do avanço no processo de beatificação de Padre Libério. Falecido há 43 anos, o sacerdote, que tem  grande influência na vida de centenas de famílias de Pará de Minas e cidades da região, recebeu  do Vaticano o título de “Venerável”, considerado o último passo antes da beatificação.

 “Venerável” é a virtude heroica que Padre Libério viveu, sendo reconhecida pelo papa Francisco com base no dossiê de informações que começou a ser montado ainda em 2016.

Os Veneráveis são pessoas que foram reconhecidas pela Igreja Católica como tendo vivido uma vida virtuosa e exemplar, mesmo que ainda não tenham sido canonizadas como santas. Esse reconhecimento é uma das etapas do processo de canonização, e significa que a Igreja reconhece que a pessoa viveu as virtudes cristãs em um grau heroico, e que sua vida é um exemplo para os fiéis.

Para receber o título de Venerável, a pessoa precisa ter suas virtudes comprovadas e reconhecidas pela Igreja, por meio de um processo de investigação rigoroso e detalhado, que envolve a coleta de testemunhos, documentos e outros elementos que possam comprovar a vida virtuosa do candidato. O processo é conduzido pela Congregação para as Causas dos Santos, em Roma, e requer tempo e cuidado para ser concluído.

O próximo passo antes da santificação é a beatificação, que é o ato de atribuir o status de Beato a alguém, vai depender da análise dos milagres, o que ainda não aconteceu. Esse estudo é mais complexo que as demais avaliações e deve obedecer critérios para considerar que, de fato, aconteceu um milagre.

Biografia do Padre Libério Rodrigues Moreira

Padre diocesano; foi um sacerdote simples, humilde, pobre e viveu a sua vida dedicando-se unicamente ao Senhor e aos outros, dedicando-se de modo particular aos doentes e aos pobres, a quem ajudava material e espiritualmente. As comunidades cristãs que o tiveram como pároco consideraram-no um autêntico homem de Deus e os Superiores, conscientes da sua excelente capacidade pastoral, atribuíram-lhe o cuidado de múltiplas comunidades paroquiais ao mesmo tempo.

Os traços característicos do seu apostolado são marcados por uma intensa vida de oração, um estilo de simplicidade, pobreza, mansidão e uma grande aptidão para aconselhar e orientar espiritualmente as pessoas. O Venerável Servo de Deus Libério Rodrigues Moreira nasceu em 30 de junho de 1884 em Lagoa Santa, vila da diocese de Mariana, (Brasil) e cresceu num contexto familiar de grande pobreza. Após a morte prematura do pai interrompeu os estudos e foi obrigado a sustentar a família, dedicando-se ao trabalho no campo.

Logo desenvolveu a vocação ao sacerdócio, mas somente graças à ajuda de um primo sacerdote que custeava as mensalidades anuais, o Venerável Servo de Deus foi aceito no Seminário Mariana. Em 25 de abril de 1916 recebeu a ordenação sacerdotal. Tornou-se primeiro vigário na paróquia Pilar de Pitangui, onde permaneceu até 1924, exercendo também a função de mestre religioso. Mais tarde tornou-se pároco de Pequí e São José da Varginha e nesta localidade destacou-se como um excelente pároco, cuidando melhor dos fiéis que lhe foram confiados, relançando a vida paroquial e iniciando a construção de uma nova igreja.

Apreciando muito a sua capacidade pastoral, o Bispo transferiu-o para diversas paróquias para relançar a ação pastoral. Em 1939 foi enviado para a freguesia de Nova Serrana, onde permaneceu seis anos e posteriormente transferido para a de Leandro Ferreira, onde teve a missão de liderar duas comunidades ao mesmo tempo. Em 1965, aos 81 anos, foi transferido para Pará de Minas onde recebeu a cidadania honorária por mérito social. No ano seguinte, a 25 de abril de 1966, celebrou cinquenta anos de sacerdócio acompanhado pelos fiéis, que admiraram o seu estilo pastoral e o empenho incansável que assumiu pelo bem deles.

Em 1980 foi finalmente enviado para um lar de idosos em Divinópolis onde, apesar da idade avançada, continuou a prestar serviço pastoral a outros pacientes até à sua morte, em 21 de dezembro de 1980. 
O Venerável Servo de Deus foi um sacerdote simples, humilde, pobre e viveu a sua vida dedicando-se unicamente ao Senhor e aos outros, dedicando-se de modo particular aos doentes e aos pobres, a quem ajudava material e espiritualmente.

As comunidades cristãs que o tinham como pároco consideravam-no um autêntico homem de Deus e os Superiores, conscientes da sua excelente capacidade pastoral, atribuíam-lhe o cuidado de várias comunidades paroquiais ao mesmo tempo. Ele sempre foi obediente aos seus bispos e estava disposto a ir aonde fosse convidado. Dotado de uma espiritualidade profunda, soube transmitir a fé com simplicidade ao povo.

Os traços característicos do seu apostolado são marcados por uma intensa vida de oração, um estilo de simplicidade, pobreza, mansidão e uma grande aptidão para aconselhar e orientar espiritualmente as pessoas. Seu testemunho do Evangelho era tal que as pessoas o procuravam continuamente para confissão, conselhos e bênçãos espirituais. O drama da morte do seu irmão e a consequente depressão da sua mãe foram vividos com um profundo espírito cristão. A sua forma de viver o ministério sacerdotal edificou as pessoas que dele se aproximavam, aproximando-as do Senhor.

Particularmente devoto da Eucaristia, exortava os seus fiéis com solicitude paterna a frequentarem os sacramentos, praticando sobretudo a confissão e a Sagrada Comunhão. Apesar das inúmeras dificuldades, nunca desanimou, demonstrando extraordinária confiança na Divina Providência. A fama de santidade desfrutada durante a sua vida continuou após a sua morte e continua até hoje combinada com uma certa fama seignorum.

A investigação diocesana foi iniciada na Diocese de Divinópolis em 30 de julho de 2012 e concluída em 13 de novembro de 2016.
Validade jurídica da investigação diocesana : 16 de fevereiro de 2018
Congresso Peculiar de Consultores Teológicos (27 de setembro de 2022) resultado afirmativo.
Sessão Ordinária de Cardeais e Bispos: (5 de março de 2024), resultado afirmativo.

Com informações da Congregação para a Causa dos Santos e Sudarius
Foto: Reprodução





Veja também



 1 2 3 4 5 6 Fim


RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e Receba no seu email as últimas novidades do mundo contábil.

Siga-nos

© Copyright - 2018 - Todos os direitos reservados - Atualizações Rádio Santa Cruz FM. Desenvolvido por:Agência Treis