Rádio Santa Cruz - FM

PARÁ DE MINAS EM DESTAQUE


Sufocados pelas dívidas, lojistas se arriscam na tentativa de salvar algum dinheiro

07/04/2021

Há 0 comentários para essa notícia.

Highslide JS

Numa tentativa desesperada de colocar algum dinheiro no caixa, já que amanhã é dia de pagar a folha dos funcionários, lojistas de Pará de Minas começam a driblar a Onda Roxa para receber contas. Com as lojas fechadas desde 18 de março e sem permissão até mesmo para entregar mercadoria no balcão, muitos estão correndo risco de serem multados pelo fato de receberem notinhas na porta do estabelecimento.

Na medida em que os dias passam, os comerciantes vão ficando mais estressados e a saída encontrada por muitos tem sido receber os clientes na porta, mesmo sabendo que poderão ser autuados se algum fiscal passar na hora. Outros estão providenciando o recebimento das prestações na casa do cliente, bastando que o mesmo faça a solicitação por mensagens eletrônicas. A situação deve durar pelo menos até domingo, que é o prazo de vigência da Onda Roxa em praticamente todo o território mineiro.

Mas se o problema dos comerciantes é a necessidade de vendas, para os consumidores as portas fechadas também causam reclamações. A exemplo de Maria Luíza de Faria, muitos alegam necessidade da compra de alguns produtos e não veem a hora de tudo isso passar:

       


Os vendedores também querem as portas abertas, porque sem vendas eles perdem a comissão sobre o faturamento da loja e a renda despenca. Mas até que o comércio reabra, só resta mesmo correr até a porta para receber alguma prestação:

  

A esperança dos lojistas e empresários de vários outros setores que estão sem atividade neste momento está na reunião do Comitê Estadual de Prevenção à Covid em Minas Gerais. O órgão se reúne semanalmente nas quartas-feiras e a expectativa é que a partir da próxima semana já entre em vigor nova fase da flexibilização da economia mineira. A Prefeitura de Pará de Minas aguarda a reunião estadual para anunciar seu novo posicionamento frente ao rigor das medidas de distanciamento.

Hoje à tarde serão conhecidas as novas classificações da macro e da microrregião. É também o Dia D para a Justiça mineira decidir se o toque de recolher prevalecerá. Mais que isso: todo mundo de olho também na justiça federal que vai decidir se os templos religiosos poderão voltar com as celebrações. Será mesmo uma quarta-feira de decisões que podem mudar a vida de milhões de trabalhadores, mas não se pode esquecer que acima de tudo está o principal – a vida, porque em se tratando de coronavírus todo cuidado é pouco.

Foto: Arquivo Rádio Santa Cruz FM




Veja também



 1 2 3 4 5 6 Fim


RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e Receba no seu email as últimas novidades do mundo contábil.

Siga-nos

© Copyright - 2018 - Todos os direitos reservados - Atualizações Rádio Santa Cruz FM. Desenvolvido por:Agência Treis