Rádio Santa Cruz - FM

PARÁ DE MINAS EM DESTAQUE


A Black Friday encolheu: varejo se esforçou, mas faltou dinheiro no bolso do consumidor

27/11/2021

Há 0 comentários para essa notícia.

Highslide JS

A Black Friday encolheu neste ano em todo o Brasil e o cenário se repetiu em Pará de Minas. Lojistas são unânimes em dizer que estão vendendo mais desde o início da semana, mas não é aquele movimento esperado para uma data que cria tantas expectativas.

O que faltou por parte dos consumidores foi dinheiro no bolso. Muitos planejaram, pesquisaram, mas não conseguiram realizar o sonho de comprar produtos com descontos diferenciados.

Já o varejo foi cauteloso em oferecer grande número de produtos, levando em consideração a dificuldade de repor estoques na escalada contínua nos preços. Além disso, o aumento das vendas foi corroído pela inflação que reduziu bastante a margem de lucros.

O Jornal da Manhã foi às ruas para conversar com os consumidores e comerciantes. Houve consenso no reconhecimento de que a boa fase da Black Friday foi interrompida pela crise financeira do país.

Mas os lojistas da cidade se empenharam para fortalecer a campanha promocional e ofereceram boas ofertas. A média dos descontos variou entre 10% e 50% em praticamente todos os setores da economia.

Até os segmentos mais populares se queixaram das expectativas frustradas. Uma das avaliações veio de Milton de Melo, do Shopping 10, que só vende mercadorias a R$10,00:

No setor de eletrônicos, que é um dos mais procurados na temporada, as vendas também decepcionaram. Luana Barros, vendedora de uma loja de celulares do centro da cidade conversou conosco:

O segmento de eletrodomésticos também sentiu o impacto do bolso vazio. O gerente da Camargos Móveis Eletro, Roberto Baêta, justificou a redução do volume de vendas da seguinte forma:

Para as lojas de confecções o movimento também cresceu um pouco abaixo da média, levando os comerciantes a estender as vantagens dos descontos para os parcelamentos mais longos. A estratégia funcionou bem no Magazine Center, onde o gerente Yago Lage reconheceu a difícil situação do mercado:

Agora, ninguém pode negar que a vaidade feminina ajudou muito nas vendas de cosméticos e perfumes. E como estamos perto do Natal muita gente também aproveitou para antecipar a compra de presentes. Kely Araújo, gerente do Boticário, não tem do que reclamar:

As lojas de Pará de Minas vão estender as promoções da Black Friday até às 13 horas de hoje, na expectativa de receber os consumidores que não tiveram tempo de sair às compras antes.

Quanto às vendas on-line, que representam a maior parcela da promoção anual, os Correios informaram que reforçaram a estrutura para assegurar a entrega das mercadorias o quanto antes.

E o balanço da Black Friday já mostra as principais queixas dos clientes que fizeram compras virtuais. A plataforma Reclame Aqui informa que a principal reclamação foi propaganda enganosa. As grandes redes de ecommerce figuram no topo dos protestos.

Fotos: Amilton Maciel/Rádio Santa Cruz FM



Clique nas fotos para ampliar


Veja também



 1 2 3 4 5 6 Fim




Seja o primeiro a comentar

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e Receba no seu email as últimas novidades do mundo contábil.

Siga-nos

© Copyright - 2018 - Todos os direitos reservados - Atualizações Rádio Santa Cruz FM. Desenvolvido por:Agência Treis